Você precisa atualizar o WhatsApp!

A equipe de engenheiros do WhatsApp reconheceu uma falha de segurança no aplicativo. O problema foi corrigido e, agora, os usuários precisam atualizar o App. Caso não faça a atualização, hackers podem acessar as suas informações e, inclusive, monitorar as atividades dos aparelhos.

A brecha na segurança foi utilizada por uma empresa israelense, a NSO, que monitorou ativistas, jornalistas e opositores ao regime de governo da Arábia Saudita. O caso foi descoberto após um advogado de Londres, que está envolvido em processos com a NSO, estranhar estar recebendo diversas ligações da Noruega. Normalmente em horários estranhos e sem completar a ligação.

O caso foi levado a Universidade de Toronto (Canadá), que confirmou a infecção por um spyware, desenvolvido pela NSO. A universidade informou o Departamento de Justiça Norte-americano e também o Facebook, responsável pelo WhatsApp.

Os engenheiros do WhatsApp confirmaram a possibilidade de invasão por hackers tanto para iOS como para Android. A correção foi liberada na noite da segunda-feira, dia 13. A recomendação é atualizar o seu aplicativo. Para os usuários de iOS, podem acessar a Apple Store, e usuário de Android, através do Google Play, buscar por WhatsApp Messenger e clicar em “atualizar”. Em alguns casos o aplicativo já foi atualizado automaticamente. Além de atualizar o aplicativo, o WhatsApp recomenda também que o sistema operacional seja atualizado (iOS ou Android).


Quem é essa NSO?

A NSO Group Technologies é uma empresa israelense de tecnologia focada em inteligência cibernética.  De acordo com a empresa, ela fornece aos “governos autorizados tecnologia que os ajuda a combater o terror e o crime”.  Mas é só realizar uma rápida pesquisa na internet para ver notícias sobre o uso destas ferramentas em regimes considerados autoritários.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *