Você sabe o que são crimes virtuais?

A prática se tornou comum com o advento das redes sociais.

unnamedVocê utiliza seu computador apenas para estudo e trabalho? Usa sites respeitáveis, nunca faz download ilegal, preserva sua vida pessoal na rede, não fala mal de ninguém nas redes sociais, não larga indireta, não manda aquela foto pessoal da sua colega que não gosta no grupo do Whatsapp, respeita e é respeitado no mundo online. Se você faz tudo isso, parabéns! Mas é muito difícil encontrar alguém que não cometa um pequeno deslize no mundo virtual.
Ao longo dos dias, nos deparamos com várias dessas situações, e como já se tornou rotina, continuamos repetindo certas ações. Porém o que esquecemos, é que muitas vezes estamos cometendo pequenos crimes virtuais, e que como se diz, todo crime tem sua pena.

Crime virtual é todo delito praticado através da internet. Tais crimes são enquadrados no Código Penal Brasileiro e resultam em penas como pagamento de indenização ou prisão.

Porque então, os crimes virtuais cresceram junto com as redes sociais? Essa pergunta deixa muitos sem resposta, mas ela é bem simples. A Internet é cultuada como uma “Terra sem Leis”, onde se acredita que pode expor opiniões sobre determinados fatos e assuntos. Mas isso é errado, e as pessoas responsáveis por tais práticas podem arcar com sérias consequências. Conheça abaixo os principais crimes praticados na rede:

  • Calúnia: Inventar histórias falsas sobre alguém;
  • Insultos: Falar mal ou mesmo insultar uma pessoa;
  • Difamação: Associar uma pessoa a um acontecimento que possa denigrir a sua imagem;
  • Divulgação de material confidencial: Revelar segredos de terceiros, bem como materiais íntimos, como fotos e documentos;
  • Ato obsceno: Disponibilizar algum ato que ofenda os terceiros;
  • Incentivo ao crime: Criar comunidades que ensinem a burlar normas ou mesmo que divulguem a cometer crimes, falsificações, etc.;
  • Falsa identidade: Criar uma falsa identidade nas redes sociais;
  • Preconceito/discriminação: Fazer comentários nas redes sociais, fóruns, chats, e-mails, e outros, de forma negativa sobre religião, etnias, raças, etc;
  • Pedofilia: Troca de informações e imagens de crianças ou adolescentes.

Todos os crimes citados acima têm como pena de 3 a 5 anos de prisão, além de pagamento de indenizações. A Delegada da Polícia Civil de Ibirubá, Diná Rosa Aroldi comenta que a pornografia infantil está acontecendo bastante até mesmo em cidades do interior do Estado. “ A vítima que se sente ofendida, deve procurar a Delegacia de Polícia, trazendo consigo a comprovação de que houve o fato caraterizado como crime, como print screen da tela do celular ou computador, com a ofensa ou ameaça”, afirma.

unnamed (1)Os métodos de segurança online estão avançando conforme novos crimes vão surgindo. A polícia tem acesso a computadores e celulares que divulgam informações de cunho criminoso. Mas vale lembrar que, assim como existem pessoas e instituições preocupadas em proteger as pessoas dos crimes virtuais, também existem outras que poderão prejudicar.
Portanto, não exponha sua vida na internet. Mesmo que ninguém tenha o direito de interferir e comentar sobre ela, a partir do momento que você apresenta detalhes sobre sua vida pessoal, acaba abrindo espaço para pessoas mal-intencionadas interferirem na sua vida. Somos a geração dos conectados, utilize a internet a seu favor e não contra você!

Curta, compartilhe e comente. É de graça, e não é crime! 🙂

 

 

Fonte das imagens: Bitdefender e site Freepix

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *